Vantagens e desvantagens

O LCD é, atualmente, o display escolhido para pequenos dispositivos e também é popular para as TVs de tela grande. Os LEDs normais formam, freqüentemente, os dígitos em relógios digitais e outros dispositivos eletrônicos. Os OLEDs oferecem muitas vantagens sobre os LCDs e LEDs:

•as camadas orgânicas de plástico do OLED são mais finas, leves e flexíveis do que as camadas cristalinas do LED ou LCD;

•como as camadas de emissão de luz do OLED são mais leves, o substrato do OLED pode ser flexível ao invés de rígido. Os substratos do OLED podem ser de plástico, ao contrário do vidro usado nos LEDs e LCDs;

•os OLEDs são mais brilhantes do que os LEDs. Como as camadas orgânicas do OLED são mais finas do que as camadas de cristal inorgânico correspondentes de um LED, as camadas condutiva e emissiva do OLED podem ser sobrepostas. Da mesma forma, os LEDs e os LCDs precisam do vidro como suporte e o vidro absorve alguma luz. Os OLEDs não precisam de vidro;

•os OLEDs não precisam de luz de fundo como os LCDs (consulte Como funcionam as LCDs – (telas de cristal líquido). Os LCDs funcionam através do bloqueio seletivo das áreas de luz de fundo para montar as imagens que você vê, enquanto os OLEDs geram a própria luz. Como os OLEDs não necessitam de luz de fundo, eles consomem muito menos energia do que os LCDs (a maior parte da energia do LCD vai para a luz de fundo). Isto é especialmente importante para dispositivos que funcionam com bateria, como os telefones celulares;

•os OLEDs são mais fáceis de serem produzidos e podem ser feitos em tamanhos maiores. Como os OLEDs são essencialmente plásticos, podem ser feitos no formato de folhas grandes e finas. Já é muito mais difícil crescer e distribuir com esse formato tantos cristais líquidos;

•os OLEDs possuem grandes campos de visualização, aproximadamente 170 graus. Como os LDCs funcionam bloqueando a luz, eles apresentam um obstáculo natural de visualização de determinados ângulos. Os OLEDs produzem sua própria luz, portanto, têm um alcance maior de visualização;
Problemas do OLED

O OLED parece ser a tecnologia perfeita para todos os tipos de displays, mas ele também apresenta alguns problemas:

•vida útil – enquanto os filmes de OLED vermelho e verde apresentam uma longa vida útil (10 mil a 40 mil horas), os orgânicos azuis apresentam atualmente uma vida útil mais curta (apenas mil horas aproximadamente);

•fabricação- os processos de fabricação são caros atualmente;

•água- a água pode facilmente danificar os OLEDs;

Anúncios
Published in: on 22/04/2010 at 21:24  Deixe um Comentário  

Tipos de OLED e suas aplicações

Existem varios tipos de OLED como:

OLEDs transparentes – têm apenas componentes transparentes (substrato, cátodo e ânodo) e pode ser usada para displays “heads-up”;

Os OLEDs de emissão – superior têm um substrato que pode ser opaco ou refletivo. Eles são mais adequados para projetos com matrizes ativas.

Os OLEDs dobráveis – têm substratos feitos de lâminas metálicas ou de plásticos muito flexíveis. Têm uso em dispositivos tais como telefones celulares e PDAs, pode reduzir as quebras, a maior causa das devoluções ou reparos. De modo geral, os displays OLED dobráveis podem ser costurados em tecidos para fabricação de roupas “inteligentes”, tais como roupas de sobrevivência externa com chip de computador integrado, telefone celular, receptor GPS e display OLED costurado a ela.

Os OLEDs brancos – emitem uma luz branca, brilhante e mais uniforme e com energia mais eficiente do que aquela emitida pelas lâmpadas fluorescentes. Os OLEDs brancos também têm a qualidade das cores reais das lâmpadas incandescentes. Como os OLEDs podem ser feitos em folhas grandes, eles podem substituir as lâmpadas fluorescentes que são usadas atualmente em casas e prédios. Seu uso poderá reduzir potencialmente os custos de energia com iluminação.


Published in: on 22/04/2010 at 21:22  Deixe um Comentário  

Composição e funcionamento

O OLED é composto por:

E faz a emissão de luz da seguinte forma:

Published in: on 22/04/2010 at 21:17  Deixe um Comentário  

O que é um OLED

Como o LED, o OLED é um dispositivo semicondutor de estado sólido com espessura de 100 a 500 nanômetros e aproximadamente 200 vezes menor que um fio de cabelo humano. Os OLEDs podem ter duas ou três camadas de material orgânico. Nos projetos mais novos, a terceira camada ajuda a transportar elétrons do cátodo para a camada emissiva.

Published in: on 22/04/2010 at 21:04  Deixe um Comentário  

Onde se aplicão e as suas vantagens e desvantagens

Este tipo de modems é principalmtente utilizado em redes domesticas, e hoje em dia muito mais devido as novas redes como Meo, Zone, entre outras.

Vantagens e desvantagens:

Não precisa de drivers (logo não á intervenção de CPU)

Não usa capacidade de processamento (uma vez que a troca de informação -Down & Up- é feita por hardware (Placa de rede e cabo RJ 45)

Ligação fica mais fluida, não quer dizer que se note mais velocidade.

A ligação é efectuada de modo automático, uma vez que é o Router que a gestão da mesma. Liga automático se a ligação cair por exemplo.

Possibilidade de ligação em rede c/ acesso internet de vários PC’s

Possibilidade de programação para o router ligar e ou desligar a uma deteminada hora, com o uso de uma tomada automática, ou ainda scripts ou ainda software adicional

Mesmo com o PC desligado a ligação esta activa, já que o router trabalha independentemente do PC estar ligado ou não.

Ligação mais segura (á partida), ja que os routers tem Firewall incluida e fazem uso do NAT, apenas se abrem as portas necessárias.

Published in: on 22/04/2010 at 21:01  Deixe um Comentário  

Frequencias dos modems

Published in: on 22/04/2010 at 20:49  Deixe um Comentário  

Funcionamento

Basicamente o que um modem por cabo faz é através de um desmodulador que faz uma desmodulação do sinal em frequência e em amplitude de modo a que o sinal seja simples e possa ser processado pelo conversor analógico – digital.

Converte a informação vinda da central em 0’s e 1’s e o contrario quando é o computador a enviar informação. Muitos destes já têm também um módulo de correcção de erros.

O sintonizador é quem faz hoje em dia para quem tem os serviços todos através da linha telefónica (exemplo: Meo, Zone, entre outras), separa o sinal dos dados da internet, do telefone e da televisão, e efectua também o sincronismo da frequência de entrada com a central.

Published in: on 22/04/2010 at 20:43  Deixe um Comentário  

O que é um Modem por cabo

Esta tecnologia, utiliza as redes de transmissão de TV por cabo convencionais (chamadas de CATV – Community Antenna Television) para transmitir dados em velocidades que variam de 70 Kbps a 150 Mbps, fazendo uso da porção de banda não utilizada pela TV a cabo.

Published in: on 19/04/2010 at 10:29  Deixe um Comentário  

Error Correcting Code (ECC)

A detecção e correcção de erros (Error Correcting Code (ECC)), é um assunto de grande importância e relevância na manutenção da integridade dos dados em canais com ruído ou em sistemas de armazenamento não imunes a falhas. Este sistema funciona detectando erros causados por ruído ou outras causas durante a transmissão de um emissor para um recepto e de seguida procede a correcção desses mesmos erros. Este tipo de algoritmos é usado em alguns tipos de memória RAM.

Published in: on 24/03/2010 at 9:22  Deixe um Comentário  

Célula de memória

Operações na Memória:

– Leitura: Um valor é lido de uma célula de memória
– Escrita: Um valor é escrito em uma célula de memória

Uma célula é composta de um transístor e um capacitor. Na memória RAM estática, uma célula é composta por cerca de cinco transístores. Estas células têm a função de armazenamento endereçável. Uma célula é acedida através de um endereço e a quantidade de células de memória = 2^n, onde “n” é a quantidade de bits do endereço. Por exemplo um endereço de 16 bits endereça no máximo 2^16 células, ou seja, 64K.

Published in: on 24/03/2010 at 9:11  Deixe um Comentário